Ser o suficiente

Texto meu no @setimo.portal: https://www.instagram.com/p/BztZAoBJ3ng/?igshid=li5obubfp8ve

Vejo cada vez mais as pessoas cansadas. Homens e mulheres, jovens e idosos.

Parece que o cansaço não tem mais nenhum “critério de escolha”. Todo mundo cansado.

Podíamos aqui falar sobre vários motivos: carga horária puxada, trânsito, jornada dupla, falta de suporte da comunidade…Todos esses motivos são válidos e, sim, seu crescimento faz com que as pessoas fiquem muito mais cansadas do que há algumas décadas atrás.

Mas eu queria abordar aqui uma outra questão, um ponto que é fruto do nosso momento atual.

Como nunca antes tivemos tanto acesso à informação e a novas possibilidades de vida, de repente nos vemos exaustos pelo fato de nos sentirmos forçados a sermos cada vez mais. Parece que nunca somos o suficiente.

Nossas novas fontes de informação (redes sociais, blogs, vlogs, etc…) nos levam a questionar se não temos que fazer mais. Mais cursos, mais viagens, mais conexões, mais palestras, mais vivências, mais experiências. Mais uma vez, parece que nunca fazemos o suficiente.

Não somos bonitos o suficiente, magros o suficiente, descolados o suficiente, entendidos o suficiente. Porque tem gente trabalhando mais, sendo mais, sabendo mais. E aí fazemos mais. O tempo todo. Buscando, buscando, buscando.

Mas, afinal, quem disse quanto é “o suficiente”? Quem disse onde temos que chegar?

Cada vez temos mais liberdade de sermos nós mesmos mas, muitas vezes, somos levados a fazer caminhos que nos distanciam disso. Então, antes de dar seu próximo passo, se pergunte: já não sou o suficiente realmente? Talvez essa seja a chave da paz e tranquilidade que tanto queremos.

Que a gente siga caminhando em beleza!

~Elisa Rodrigues~

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2021 Elisa Rodrigues . Powered by WordPress. Theme by Viva Themes.